Arquitetura pública da periferia metropolitana
2017-atual

Pesquisa no Prourb Fau UFRJ
Contemplado com Bolsa de Pós-Doutorado FAPERJ Nota 10


Contemplado com Edital CNPq 2018-21

A Região Metropolitana do Rio de Janeiro, responsável pela segunda maior economia e concentração habitacional do Brasil, é caracterizada espacialmente por uma estrutura ‘centro-periferia’ de dependência econômica, cultural e política. Essa dependência gera profundos problemas sócio-espaciais, além de altos custos induzidos ao poder público na construção de infraestruturas de mobilidade metropolitana. O presente projeto pretende contribuir na melhoria destas condições, analisando o desempenho de equipamentos públicos urbanos – espaços de cultura e lazer, espaços esportivos e de eventos, estações de transporte, postos de saúde e segurança, etc. – na geração de novas centralidades metropolitanas, problematizando assim o papel do planejamento urbano e arquitetônico na dinâmica econômica, social e cultural das metrópoles. Através de uma 'pesquisa por projeto' (research by design), o estudo envolve o desenvolvimento de técnicas de projeto e análise tipológica de arquitetura.

Atelier de projeto
Premiado no Urban 21 (orientação de trabalho, 2018)

Abordamos três tópicos: a condição centro-periferia (urbana, política, espacial, infraestrutural, etc) da região metropolitana; a aparente ineficiência ‘emancipatória’ das infraestruturas de mobilidade; e a possibilidade de produção de uma ‘performance política’ a partir do projeto de arquitetura.

O estudo desses tópicos é feito simultaneamente através de exercícios de projeto, da leitura e debate de textos principais e de seminários com pesquisadores convidados.

Recentemente coordenamos viagens de estudo de campo e workshop de projeto para Buenos Aires (com professores da FADU / UBA) e para Brasília, integrando alunos e professores da UFRJ, UnB e ÈNSA-Versailles (França).

//

Prêmio Nacional Urban 21

O trabalho das alunas Larissa Monteiro, Ariane Pereira, Lis Carneiro, Julia Campos e Ana Nonato, entitulado “A periferia no centro: um outro olhar sobre São João de Meriti”, recebeu 1o lugar no prêmio Urban 21 de 2018. O projeto foi inclusive publicado na revista Projeto 446. O trabalho foi co-orientado com André Cavendish.